Sobre CALACS

Body: 

A Associação Canadense de Estudos da América Latina e Caribe (CALACS) foi fundada em 1969, com os seguintes objetivos em mente:

  • Facilitar o trabalho, a rede e a troca de informações entre as pessoas, no Canadá e no exterior, envolvidas com o ensino e pesquisa sobre a América Latina e o Caribe;
  • Fomentar a ampliação de informações sobre e de interesse na América Latina e no Caribe, especialmente nas universidades canadenses e outros centros de ensino superior;
  • Representar os interesses acadêmicos e profissionais de latino-americanistas canadenses.

Por favor, aceite um convite caloroso para se juntar a nós.

CfP: crise mexicana dos direitos humanos

Queridos colegas:

Ativistas e defensores dos direitos humanos no México têm documentado e denunciado a perseguição e a violação sistemática dos direitos humanos das populações à margem do Estado e em zonas geográficas de risco há mais de uma década. A grave crise humanitária no país é vivenciada de forma sangrenta por um grupo diverso de vítimas civis que se encontram presas no fogo cruzado das forças do Estado e das organizações do crime organizado. Encontrar mecanismos para acessar a justiça, reconstruir as estruturas sociais e forjar uma compreensão reflexiva dos eventos violentos são algumas das tarefas urgentes que precisam ser abordadas.

Seguindo a sua visão de divulgar e mobilizar o conhecimento sobre a América Latina e o Caribe por meio de redes e parcerias no Canadá e no exterior, a Associação Canadense de Estudos Latino-Americanos e do Caribe (ACELAC) deseja promover uma compreensão mais profunda acerca desse processo difícil e complexo. Consequentemente, no contexto da sua Conferência Anual, a ser realizada na Universidade de Québec, em Montreal, de 16 a 18 de maio de 2018, a ACELAC irá receber uma série de painéis sobre todos os aspectos da crise dos direitos humanos no México, a partir de perspectivas que que abrangem as dimensões políticas, históricas, econômicas e culturais. Nós também encorajamos um debate comparativo com outras regiões da América Latina e do Caribe afetadas pela violência relacionada ao tráfico de drogas.